top of page
maxresdefault (1).jpg

OVNIs e a Nova Ordem Mundial


Desde meados de 2022 que o mundo, ou melhor os céus do mundo, tem passado por acontecimentos muito intrigantes. E além de despertar a curiosidade e medos de parte da população mundial, também despertou uma série de teorias da conspiração, que inclusive trazem de volta à tona os Illuminati, A Nova Ordem Mundial e até o Projeto Filadélfia!


Pra quem não lembra dos acontecimentos do ano passado, vamos dar uma refrescada:


Em novembro, pilotos de avião que pousavam no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, relataram à Central de Tráfego terem visto "luzes não identificadas" que se acendiam, se apagavam e se movimentavam pelo céu. Foram diversos relatos entre os dias 1 e 9.


A Fraport, responsável pela administração do aeroporto, as companhias aéreas e a Força Aérea Brasileira (FAB) disseram não ter registrado "ocorrência aeronáutica no Rio Grande do Sul" nos últimos dias e que "o controle do espaço aéreo ocorreu dentro da normalidade".


O que não foi divulgado é que duas semanas ANTES dos relatos que vazaram nas redes, pilotos da Azul relataram a presença de luzes não identificadas na mesma região. Em conversa com técnicos da torre de comando do aeroporto, os pilotos disseram que a luz era semelhante ao farol de um avião. Porém, segundo o controle de tráfego aéreo, não havia nenhuma outra aeronave nos radares naquele momento.



Nos dias 14 e 15 as luzes voltaram a ser vistas no sul. Desta vez houve relatos também no Rio de Janeiro. A Athena, amiga do programa, inclusive fez registro das luzes também, perto do aeroporto Galeão.


Muitos agentes da desinformação vieram a público dizer que eram avistamentos de satélites da Starlink, mas estes avistamentos em específico deixaram esta teoria inconclusiva, visto que não foi possível bater a rota dos aviões com a rota dos satélites. Até hoje não houve conclusão com base científica dos casos.


Já em janeiro, muitos vídeos de avistamentos de luzes e objetos estranhos pairando nos céus do mundo todo começaram a pipocar nas redes sociais! Muitos foram provados serem montagens, outros eram drones… mas alguns ficaram realmente sem explicação…


MAS EM FEVEREIRO é que o negócio ficou sério!


Tudo começou com o abate de um balão espião chinês que cruzou os EUA INTEIRO em 4 de fevereiro desse ano! Foi comprovado que era chinês mesmo, nada de outro planeta e isso gerou uma treta entre os paises… Só que 1 semana depois um OVNI foi abatido no Alasca.


E o que isso tem a ver com o balão chines? OS EUA estavam tão preocupados com o possível vazamento de inteligência militar pro balão chinês que começaram a caçar tudo que voava no seu espaço aéreo…


Dai, entre os dias 10 e 12 de fevereiro, tiveram 3 ABATES de OVNIS na américa do norte e um avistamento sem notícia de abate na China.


Pois é… um deles foi no Alasca, outro no norte do Canadá e outro em Michigan. O da China quase nada se soube na época e de todos, NADA se sabe muito até hoje.


Em um pronunciamento no mínimo curioso do departamento de defesa dos EUA, o que soubemos foi que não era possível se determinar a origem e natureza dos objetos. Pelo menos não antes dos destroços serem resgatados. MAS que poderiam ser balões menores, filhotes companheiros do primeiro balão chinês ou até uma versão russa de balão de espionagem…


MAAAS, até hoje nao se tem notícia se acharam algo ou não nos destroços dos abatidos… A China apenas parou de falar sobre o assunto. TUDO UM GRANDE MISTÉRIO!


Ficamos sem saber se eram artefatos militares, de espionagem ou se eram de outro planeta!


Óbvio que o silêncio e o mistério todo em volta dos acontecimentos que citamos hoje geraram mil teorias da conspiração, alguns até corroborando que não eram de fato naves ou objetos extraterrestres… Duas teorias nos saltaram aos olhos e falaremos delas abaixo.


Wernher von Braun e o Controle Global


Primeiro vamos contextualizar quem foi Wernher von Braun: engenheiro alemão e uma das principais figuras no desenvolvimento do foguete V-2 na Alemanha Nazista, que no pós guerra foi contratado pelos EUA e foi o chefe do projeto do foguete Saturno V nos Estados Unidos. Por isso ficou conhecido como o pai dos foguetes.


Em 20 de junho de 1945 o Secretário de Estado dos Estados Unidos aprovou a transferência de von Braun e seus especialistas para a América, no entanto, isso não foi tornado público até 1 de outubro de 1945. Von Braun estava entre os cientistas para os quais a Joint Intelligence Objectives Agency (JIOA), orgam federal, criou históricos falsos e excluiu qualquer registro de envolvimento com o Partido Nazista, concedendo a eles total liberdade para trabalhar nos Estados Unidos.


Depois de trabalhar com os militares norte-americanos, desenvolvendo foguetes militares e de ajudar na corrida espacial, trabalhando na Nasa por décadas, o nazis… engenheiro acabou na iniciativa privada. Tornou-se Vice Presidente de Engenharia e Desenvolvimento na Fairchild Industries em Germantown (empresa de aeronaves e veículos aeroespaciais), Maryland em 1 de julho de 1972. Lá ele conheceu Carol Rosin, que veio a ser sua assistente e porta-voz enquanto ele ficou à frente da empresa. Rosin foi a primeira mulher a trabalhar como executiva aeroespacial na Fairchild.


Dando um salto importante no tempo para nossa história, em maio de 2001, Carol Rosin deu uma palestra no National Press Club em Washington, DC, junto a cerca de 20 aposentados da Força Aérea, da Administração Federal de Aviação e oficiais de inteligência. Em sua fala, Rosin fez declarações bombásticas a respeito de acontecimentos que estavam acontecendo na época e outros que ainda viriam a acontecer, relacionados a uma grande conspiração de dominação mundial por grupos ligados a indústrias bélicas e ao governo dos EUA.


Segundo Rosin, no tempo em que trabalhou com o dr. Von Braun, o engenheiro alemão teria confessado a ela que seriam criados uma série de falsas ameaças, com o fim de justificar o avanço da agenda de controle global. Segundo ela, von Braun teria dito que “os primeiros inimigos serão os russos; depois os “terroristas” e as nações do terceiro mundo; uma pandemia global e depois asteroides; e a última cartada, seria uma ameaça alienígena”. Podemos dar alguns “checks” nessa lista, não é?


Esses 5 passos para a dominação mundial não foram difundidos na época em que foram compartilhados com Carol e sua equipe, mas depois de 2001, começaram a povoar blogs e livros conspiracionistas. Mas foi considerada muito sensacionalista pela imprensa e logo caiu no esquecimento.


Wernher von Braun morreu em 1977 de câncer pancreático em Alexandria, Virgínia, aos 65 anos.


PROJETO BLUE BEAN


Outra teoria, essa mais moderna, que também veio a tona nos últimos meses é conhecida como Blue Bean Project, ou Projeto Raio Azul, em tradução livre.


Criado pelo jornalista investigativo canadense Serge Monast no início dos anos 90, o projeto (ou teoria da conspiração) diz respeito a um suposto movimento em conjunto de grupos de políticos mundiais e grandes empresas para simular uma falsa invasão alienígena, com um pano de fundo de uma espécie de “despertar religioso” e assim facilitar a implementação de um governo mundial totalitário em uma tentativa de instaur uma NOVA ORDEM MUNDIAL.


Hoje em dia os textos e publicações de Monast estão na internet e ainda influenciam uma galera, inclusive no meio religioso. O evangélico americano Texe Marrs, que prega contra judeus, católicos e maçons e também o editor francês e teórico da conspiração Jacques Delacroix, que reeditou alguns textos do Monast.


O texto mais detalhado dele foi publicado em 1995, chamado Os Protocolos de Toronto (6.6.6) , modelado a partir dos Protocolos dos Sábios de Sião (um texto anti-semita que falava da possível dominação mundial de grupos judaicos), no qual ele disse que um grupo maçônico chamado "6.6.6" vinha, por vinte anos, reunindo os poderosos do mundo para estabelecer a Nova Ordem Mundial e controlar as mentes dos indivíduos.


De acordo com Monast, a implementação do Blue Beam deveria passar por quatro etapas.


Na primeira delas, haveria a dissolução das maiores religiões do mundo, especificamente a partir da negação de doutrinas do cristianismo e do islamismo. Falsas descobertas arqueológicas seriam anunciadas para “finalmente explicar às pessoas o erro fundamentais das doutrinas religiosas.


O segundo passo envolve um gigantesco “show espacial” com projeções holográficas em três dimensões sobre todo o planeta. As projeções iriam tomar a forma de divindades predominantes em cada região, falando em todas as línguas. Ao final do show de luzes, os deuses se uniriam na forma de um só deus: o Anticristo. Nessa etapa, a união dos hologramas criaria um caos que destruiria as ordens religiosas como conhecemos, “liberando milhões de fanáticos religiosos numa escala nunca vista antes.”


Para a terceira etapa, começaria um processo de comunicação eletrônica e telepática de duas vias. O processo envolve fazer as pessoas acreditarem que um deus está se comunicando com elas por meio de telepatia. A informação seria projetada nas mentes individuais a partir de ondas de rádio de frequência extremamente baixa.


IMPORTANTE SALIENTAR que ambas as tecnologias citadas anteriormente teriam sido desenvolvidas nos Projetos Filadélfia e MK ULTRA. O Projeto Filadélfia já falamos no Frequência X e o MK ULTRA também faremos um programa só sobre ele!


O quarto e último passo deveria ser dividido em três etapas. Primeiramente, seria preciso fazer a humanidade acreditar que uma invasão alienígena iria tomar as principais cidades do mundo e os cristãos deveriam acreditar que o arrebatamento estaria próximo. Depois, uma mistura de forças eletrônicas e sobrenaturais iria se instalar em todos os equipamentos eletrônicos e criaria um caos mundial. Nesse momento, as pessoas finalmente estariam prontas para aceitar – ou até pedir de forma desesperada – a Nova Ordem Mundial.


O TRISTE FIM DE SERGE MONAST


Em 1995 e 1996, Monast disse que estava sendo caçado pela polícia e pelas autoridades por envolvimento em "redes de informações proibidas". Ele havia educado seus dois filhos em casa, que foram levados e colocados sob tutela do estado em setembro de 1996 para que recebessem educação pública.


Ele morreu de ataque cardíaco em sua casa em dezembro de 1996, aos 51 anos, um dia depois de ser preso e passar uma noite na cadeia. Seus seguidores afirmam que sua morte foi suspeita, sugerindo que ele foi assassinado por "armas psicotrônicas" para evitar continuar suas investigações.


DIZEM que Jerry Fletcher, o personagem de Mel Gibson no filme de 1997 Teoria da Conspiração, foi modelado nele.



53 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page